banner-pagina

O Vendedor de Palavras

Primeiro espetáculo do repertório do Teatro Mototóti, estreou em março de 2009, após um ano e meio de pesquisas teórico/práticas. O grupo escolheu colocar em cena uma história que fosse além do simples entretenimento do público, propondo uma reflexão sobre algum tema de cunho importante. Um belo dia, em nossas buscas, encontramos em uma crônica pela internet o título que daria nome ao nosso espetáculo: O Vendedor de Palavras (de Fábio Reynol). E dessa crônica veio também a inspiração para construir nossa história...

 

Sinopse:

Há uma grande falta de palavras no mundo e as pessoas ficam repetindo e repetindo as mesmas poucas que têm. Se cada palavra vale um pensamento, quanto mais palavras, mais pensamentos! Essa é a descoberta de Milho, um menino do interior que sonha em ir para a capital e encontrar sua “amiga” Espiga, que o espera para juntos encherem o mundo de pensamentos, sonhos e...palavras!!! Os avós de Milho, Odete, uma impertinente senhora alemã; e Adam, um grande inventor Inglês, não irão poupar palavras nem artimanhas para manter o jovem sob suas asas, garantindo boas risadas e o humor próprio do teatro popular, feito para a rua. Máscaras, bonecos e música ao vivo se agregam ao colorido poético da obra. Uma história de amor às palavras, aos livros, e sobretudo, às pessoas!

mototóti

emailteatro@motototi.com.br email(51) 98124.9648 - 99764.3331

Porto Alegre - RS / Brasil